Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

terça-feira, 20 de novembro de 2018

O comando screen Linux

Pense assim... algum dia você estava no seu trabalho fazendo um backup através de uma conexão SSH e quando notou que era hora de embora e faltava 50GB ainda pra copiar, o que você faz? Desliga o notebook (com muita raiva, rs) e acessa remoto de casa ou uma VPN ou usa a fantástica ferramenta screen do Linux

Instalando o screen
# apt install screen

Entendendo o screen
O screen nada mais e do que um terminal virtual, ou seja, você vai deixar logado seu usuário pelo tempo que quiser sem necessidade de perder a conexão.

Comandos screen
Nesse momento talvez fique confuso, mas vamos a nossa receita de bolo
1# screen
2# digite Ctrl+a e depois +c (aqui ele vai criar o terminal)

Em nosso exemplo vamos utilizar o comando cp como exemplo e queremos copiar 408G para um disco externo para fins de backups3# cp -afv /* /mnt/hd_externo/

Agora que vem a grande "mágica" do comando screen4# digite Ctrl+d (note que o sistema vai voltar no seu terminal bash)

Caso queira ver os terminais que estão rodando virtualmente
5# screen -ls (a resposta vai ser algo como Attached ou detached)

Para voltar no comando que você deixou rodando basta
6# screen -r

Espero ter ajudado como sempre, espero que o blog não esteja no fim da vida, ajudou com certeza muita gente em todo esse tempo de vida.

Active Directory - Movendo Contas de Computador Antigas

Hoje tive a necessidade de fazer uma limpeza no meu Active Directory para contas antigas de computadores. 

O comando para verificar é:

DSQUERY computer -inactive 5

Nesse comando temos:
DSQUERY = comando
computer = tipo de objeto
-inactive 5 = tempo que as maquinas estão inativas
nesse caso do exemplo 5 são 5 semanas inativas

Agora se quiser "limpar" (mas não remover as contas de computadores) primeiro crie uma OU com o nome que você achar mais sucinto, no meu caso criei "Inativos" e fiz a junção dos dois comandos:

Para criar OU:
dsadd ou "OU=Inativos,DC=empresa,DC=local"

DSQUERY computer -inactive 5 | DSMOVE -newparent "OU=Inativos,DC=empresa,DC=local"

Com isso mantemos nosso ADDS (Active Directory Domain Services) dentro da realidade atual do seu dominio.

Obrigado a todos que ainda acessam o BLOG, até o fim de 2018 ele está no ar.

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Pesquisa sobre o blog

Olá, você que acompanha o blog.junior.eng.br , ainda quer que ele permaneça no ar?



quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Install Signal Linux (Debian)

Olá, hoje vamos instalar um sistema de mensagem muito seguro (



https://signal.org/#page-top

Passos para instalação
# curl -s https://updates.signal.org/desktop/apt/keys.asc | sudo apt-key add -
# echo "deb [arch=amd64] https://updates.signal.org/desktop/apt xenial main" | # sudo tee -a /etc/apt/sources.list.d/signal-xenial.list
# sudo apt update && sudo apt install signal-desktop

Tabelas não migradas para o mecanismo InnoDB.

Olá, recentemente tive um problema na GLPI (O GLPI é um sistema gratuito de Gerenciamento de Ativos de TI) onde o mesmo apresentava após uma atualização a seguinte mensagem:
302 tabelas não migradas para o mecanismo InnoDB.
Tentando executar o script na primeira vez o sistema mostra a mensagem:
PHP Fatal error:  Uncaught Error: Class 'mysqli' not found
Para resolver esse problema (instale a o pacote)
# apt install php-mysql

Agora rode o script
# php /var/www/glpi/scripts/innodb_migration.php

Feito isso seja feliz e acesse seu sistema de chamados e controle de ativos.

domingo, 30 de setembro de 2018

ProxyChains

Olá, algum momento você já deve ter pensado "como faço pra ficar anonimo na internet" então vamos ver como fazer?

ProxyChains 
http://proxychains.sourceforge.net/

Para atualizar a lista de repositórios 
1# apt update 

Usuários do Debian e Derivados 
2# apt install tor 
3# apt install proxychains

Arquivo de configuracao
4# vi /etc/proxychains.conf

Descomente o opcao
dynamic_chain

E insira no fim do arquivo
#socks4 127.0.0.1 9050
socks5 127.0.0.1 9050

Start no servico
5# service tor start

Usando o Firefox de forma anonima
6# proxychains firefox

Usando o ping de forma anonima
7# proxychains ping-c 3 200.160.2.3

Espero que gostem da postagem, um abraço a todos.

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

UniFi - TFTP Recuperação Access Points defeituoso

Olá, hoje passei por uma experiencia que a tempos não via, tive que efetuar um "hard reset" em um uap-ac-pro do fabricante #Ubiquiti

Pra minha surpresa (sendo que um hard reset é uma coisa simples de se fazer), me ferrei, kkk.

Mesmo pressionando o botão "reset" por 8 segundos conforme está descrito no manual, o mesmo não voltava ao padrão de fábrica para que ele fosse adotado novamente na Network Management Controller.

Depois de pesquisar um tempo e contar com a ajudar da comunidade ainda existe uma luz no fim do túnel.

# Download do firmware do seu UAP (faça o download do modelo do seu equipamento)

# TFTP para Linux (premissa)
apt-get install tftp

# Navegue ate o diretorio do .bin (no meu caso ficou em /home/junior/Downloads/ubiquiti)
cd /home/junior/Downloads/ubiquiti

# Utilizando o comando
tftp (pressione enter)
connect 192.168.1.20 (pressione enter)
verbose (pressione enter)
binary (pressione enter)
put /home/junior/Downloads/ubiquiti/BZ.ar934x.v3.9.27.8537.180317.1223.bin

Aguarde até que o arquivo seja recebido em seu equipamento. Após isso o equipamento vai reiniciar sozinho (NÃO REINICIE DE FORMA MANUAL)

Após isso basta verificar na Network Management Controller 

terça-feira, 18 de setembro de 2018

Reset a Unifi AP to Factory Settings via SSH

Olá, caso tenha necessidade de efetuar o reset do seu AP unifi através do SSH siga os passos:

Utilize um mecanismo pra verificar o IP que seu UAP pegou via DHCP
ssh admin@10.0.1.152

Default username/password
ubnt/ubnt (caso nao tenha alterado, caso tenha basta conferir em Settings --> Aba Site em "DEVICE AUTHENTICATION" e conferir usuario e senha.

Executando o script
syswrapper.sh restore-default

Feito isso basta aguardar seu UAP aparecer em sua console novamente.

segunda-feira, 30 de julho de 2018

ferramenta de criação de mídia do Windows 10 (media creation tool)

Olá, hoje vou compartilhar um link para fazer download da ferramenta de criação de mídia do Windows 10 (media creation tool)

Inclusive de versões anteriores

quarta-feira, 4 de julho de 2018

Atualização do Linux Mint 18 para Linux Mint 19 via mintupgrade

Atualizar suas instalações do Linux Mint 18 para Linux Mint 19 via mintupgrade é bastante simples, mas antes de tentar atualizar, você deve ter certeza de ter um backup recente de seus arquivos mais preciosos usando o utilitário Timeshift.

# Premissa1
Timeshift

# Premissa2
tenha certeza que criou o ponto de restauração com o Timeshift

# Premissa3
verifique novamente se está criado o Timeshift

Em seguida, faça o seguinte:

1# Abra um terminal
terminal

2# Instale o pacote mintupgrade com o comando
sudo apt install mintupgrade

3# Com o pacote mintupgrade instalado, você pode atualizar para o Linux Mint 19 “Tara” 
mintupgrade download

4# Finalmente, use o comando abaixo para aplicar os upgrades.
mintupgrade upgrade

Após um processo de atualização bem-sucedido, você precisará reinicializar seu computador.

O Utilitario smbpasswd (Samba Linux)


O smbpasswd é um utilitário usado para cadastrar, remover, desabilitar/habilitar e alterar senhas dos usuários do Samba via linha de comando.

# O projeto Samba
https://www.samba.org/

O Samba não tem controle próprio de grupos e usuários, ele utiliza o controle existente no Linux. Para se criar um usuário no Samba

# Criando usuários
  smbpasswd –a [nome_do_usuario]

# Excluir usuários
  smbpasswd –x [nome_do_usuario]

# Desativar usuários
  smbpasswd –d [nome_do_usuario]

# Habilitar usuários
  smbpasswd –e [nome_do_usuario]

# Alterar senha de usuários
  smbpasswd –U [nome_do_usuario]

# Para listar usuários cadastrados no Samba
  pdbedit -L  | cut -d \: -f1
ou
  pdbedit -w -L

Obrigado a todos que "ainda" acompanham meu blog... não minto que já tive vontade de abandonar esse projeto, mas o dia a dia me faz não desistir....

quarta-feira, 20 de junho de 2018

PLop Bootmanager

Olá, hoje houve a necessidade de efetuar um boot através de um pendrive dentro do VMware® Workstation 14 Pro. Nativamente eu não achei dentro do programa para setar o boot através do USB onde estava o sistema operacional, porém, achei uma ISO (confiável) para efetuar tal tarefa.

# Link para Download

# Passos para configurar

  1. Crie sua VM com suas necessidades e no momento de de escolher seu CD/DVD aponte o arquivo da ferramenta que você fez download, no caso, plpbt.iso

Feito isso quando a máquina ligar basta escolher USB (já estou considerando que seu pendrive já esteja na porta USB com seu sistema operacional favorito).

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Correção para grande atualização do Windows 10

Olá, sim você não está lendo errado, estou postando um suporte que tive no Windows (acho que nunca vou me livrar 100% dele).

  1. Tenha um disco criado com o media creation tool Microsoft
  2. Se seu ambiente for Dell pressione, de boot na maquina pressionando 'F12' para escolher o boot pelo USB
  3. Enquanto aguarda o boot pressione a tecla 'Shift' que que abra a opção de 'Reparar o computador'
  4. Menu de "Soluções de problemas"
  5. Prompt de Comando
  6. bcdedit /set {default} safeboot minimal (se aparecer a mensagem "A operação foi concluída com exito", pode fechar e efetuar um boot na maquina na opção "Continuar" no menu)
  7. Agora efetue logon na máquina com um usuario conhecido e abra novamente o Prompt de Comando e digite msconfig vá ate a segunda aba ("Inicialização do sistema" em opções de inicialização e desmarque a opção "Inicialização segura"
Curiosidade: o comando bcdedit tem as seguintes opções de boot
bcdedit /set {default} safeboot minimal (Modo seguro).
bcdedit /set {default} safeboot network (Modo seguro com rede).
bcdedit /set {default} safebootalternateshell (Modo seguro com Prompt de comando).

Essa atualização KB410003 vai voltar a instalar, ou seja, a medida acima vai resolver no momento de "panico", nem a Microsoft se pronunciou se vai corrigir, mas para evitar que ela seja instalada novamente podemos desabilitar ela por enquanto fazendo download da ferramenta da própria Microsoft  no link: https://support.microsoft.com/pt-br/help/4026726/windows-hide-windows-updates-or-driver-updates

sexta-feira, 27 de abril de 2018

Servidores DNS para você

### Google DNS ###
 IPv4
Servidor primário: 8.8.8.8
Servidor secundário: 8.8.4.4

 IPv6
Servidor primário: 2001:4860:4860::8888
Servidor secundário: 2001:4860:4860::8844

### Cloudflare ###
IPv4
Servidor primário: 1.1.1.1
Servidor secundário: 1.0.0.1

IPv6
Servidor primário: 2606:4700:4700::1111
Servidor secundário: 2606:4700:4700::1001

### OpenDNS ###
IPv4
Servidor primário: 208.67.222.222
Servidor secundário: 208.67.220.220

IPv6
Servidor primário: 2620:0:ccc::2
Servidor secundário: 2620:0:ccd::2

Nota: https://www.opendns.com/data-center-locations/

segunda-feira, 26 de março de 2018

Redimensionar discos no Virtual Box

Olá, hoje vamos ver como fazemos para Redimensionar discos no Virtual Box.

# O comando (veja onde está gravado seus arquivos .vdi e entre na pasta)
vboxmanage modifyhd Windows.vdi --resize 120000

# Explicando
Com o comando acima vamos ter um disco final de 120GB.

# Finalizando
Lembre que caso seu sistema virtualizado seja Windows, no gerenciador de discos ele deve estar configuração como disco dinâmico.

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

VMware to VirtualBox

Olá, hoje tive a necessidade de converter um arquivo .vmx (rodando no Vmware Workstation) para um Virtualbox.

# Premissa 
Desligue a máquina virtual que quer converter

# Comando
ovftool caminho_origem_do_arquivo.vmx caminho_destino_do_arquivo.ovf

# Aguarde o processo da criação do arquivo

# Importando no Virtualbox

Aguardar o processo de importação e utilizar a máquina no Virtualbox.

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Cannot register the DVD image VBoxGuestAdditions.iso

Olá hoje me deparei com meu primeiro problema depois de migrar radicalmente pro Linux, abandonando de vez meu Sistema Operacional Desktop Windows 10. Hoje estou feliz e livre com meu LinuxMint.

Mas voltando a "vaca fria", tive um problema com as VM copiadas do Windows para o Linux

Failed to open virtual machine located in /home/sk/VirtualBox VMs/openSUSE 13.2/openSUSE 13.2.vbox.
Cannot register the DVD image 'C:/Program Files/Oracle/VirtualBox/VBoxGuestAdditions.iso' {b058bc48-c451-4cff-9db0-d01c70e99c28} because a CD/DVD image 'C:/Program Files/Oracle/VirtualBox/VBoxGuestAdditions.iso' with UUID {bb9b13c5-f90f-4589-b212-8b9e01f118f5} already exists.

Para corrigir abra a pasta onde se encontram seus arquivos .vbox e abra ele com seu editor de texto preferido. No meu caso utilizei o "vim".

Procure a tag:

<DVDImages>
        <Image uuid="{091a213c-5eda-4903-85f0-88ffba5e33d8}" location="C:/Program Files/Oracle/VirtualBox/VBoxGuestAdditions.iso"/>
        <Image uuid="{80f1e519-74d9-4150-b0e1-4b97649a7ef3}"           </DVDImages>

E delete a linha que contenha "Image uuid"

Ficando assim;


<DVDImages>
</DVDImages>

Feito isso abra o arquivos normalmente no seu VirtualBox.

Seja Livre use Linux.